• Minhas compras
  • Entrar
  • Ricardo Antunes
    Ricardo Antunes autor

    Ricardo Antunes é um dos principais nomes da Sociologia do Trabalho no Brasil. Professor titular de Sociologia no Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Estadual de Campinas (IFCH/Unicamp), Antunes é coordenador da coleção 'Mundo do trabalho', da Boitempo.

triangulo
  • Margem esquerda 08 Dossiê: Violência urbana
    R$ 33,00

    Nesta edição de Margem Esquerda, o dossiê temático, coordenado pelo filósofo Paulo Arantes, trata da violência urbana. Loïc Wacquant e Maria Orlanda Pinassi, entre outros autores, analisam as várias facetas do tema. Na periferia das grandes metrópoles, cresce a quantidade de crianças e jovens órfãos da urbanização, vítimas da violência e da marginalidade. Verdadeiros “excedentes” humanos, são alvos fáceis e permanentes do crime, que se torna parte estruturante da reprodução do capital. Os artigos mostram como a utopia do progresso e do bem-estar transformou-se em seu oposto: proliferam os espaços de insegurança, de vio ...

    Ano de publicação 2006.

  • Margem Esquerda 10 Dossiês: 90 anos da Revolução Russa + Em defesa da universidade pública
    R$ 33,00

    O décimo número da revista Margem Esquerda é dedicado aos 40 anos da morte de Ernesto Che Guevara e aos 90 anos da Revolução Russa. A publicação traz um dossiê especial com textos de Moshe Lewin, um dos mais respeitados estudiosos da vitória bolchevique, que analisa a dinâmica de governo dos sovietes. Virginia Fontes debate a atualidade do pensamento de Lenin sobre o imperialismo, enquanto a transcedência da Revolução e a situação atual da Rússia são analisadas por Tony Wood. Além disso, as “Cartas de longe” de Lenin, escritas na Suíça entre março e abril de 1917, compõem a seção “Clássicos ...

    Ano de publicação 2007.

  • Margem Esquerda 16 Dossiê: Hegemonia norte-americana: Estado e perspectivas
    R$ 33,00

    A nova edição da revista Margem Esquerda traz uma profunda análise, fruto de diferentes olhares dos principais pensadores marxistas brasileiros e internacionais, sobre os efeitos da crise de 2008-2009 que, ao contrário do que bradam políticos e empresários, não acabou nos Estados Unidos e em vários outros países e evidencia um processo sistêmico de rearranjo do capitalismo global. O entrevistado deste número é David Harvey, geógrafo inglês que investiga as dinâmicas geográficas da acumulação capitalista. Seu livro O enigma do capital, a ser lançado pela Boitempo, tornou-se referência aos interessados em entender a crise global sob a perspectiva ...

    Ano de publicação 2011.

  • Margem Esquerda 23 Dossiê: Brasil, que desenvolvimento?
    R$ 33,00

    Brasil, crescimento ou estagnação? Desenvolvimento ou desindustrialização? Em ano de eleições, polarizadas como poucas vezes se viu, a edição 23 da revista Margem Esquerda se propõe a discutir o presente e o futuro de nosso país. “Onda conservadora” de um lado – representada pela figura do tucano Aécio Neves – e a resistência democrática de outro, formada em torno da petista Dilma Rousseff, colocam em pauta diferentes projetos ou distintas nuances para o Brasil. Quais as causas e quais as extensões das turbulências que acometem a economia nos dias que correm? O dossiê “Brasil, que desenvolvimento?”, centrado no principal embate te&oac ...

    Ano de publicação 2014.

  • Margem Esquerda 31 Dossiê: crise brasileira
    R$ 33,00

    Em meio a uma das mais graves crises da jovem democracia brasileira e às vésperas de uma eleição presidencial conturbada, o dossiê desta edição, organizado pelo sociólogo Antônio Carlos Mazzeo e pelo historiador Luiz Bernardo Pericás, traz uma análise do atual momento histórico nacional, sumariando questões candentes que compõem os elementos complexos de uma crise social de profunda intensidade. Em texto de sua autoria, Mazzeo apresenta as origens histórico-ontológicas da autocracia burguesa brasileira, que constituem a base material e política do Estado e do atual momento histórico nacional. O sociólogo Giovanni Alves expõe as condi&ccedi ...

    Ano de publicação 2018.

  • R$ 41,30

    Organizada por Ricardo Antunes, professor da Unicamp e sociólogo do trabalho, a obra é uma coletânea de artigos que desbrava os temas do trabalho digital, da uberização e plataformização do trabalho e do fenômeno da Indústria 4.0 e suas consequências para o universo laborativo e para a vida dos trabalhadores e trabalhadoras. O livro traz dezenove artigos de importantes pesquisadores e pesquisadoras, brasileiros e estrangeiros, que investigam, em diferentes setores, os impactos sociais decorrentes da expansão do universo maquínico-informacional-digital.  A uberização, conceito abordado, definido e expandido na obra, é um processo de individualização e invis ...

    Ano de publicação 2020.

  • R$ 28,00

    Jorge Grespan é conhecido entre os estudiosos brasileiros de Marx por obras densas, com abordagens detalhadas e de imenso rigor. Neste livro, de caráter didático e introdutório, o autor não só expõe em prosa ágil o núcleo da crítica de Marx à sociedade capitalista, mas também enfatiza a atualidade de seus conceitos para a compreensão das transformações do capitalismo dominado pelas finanças e suas crises.  O que distingue esta obra de outras introduções concisas é a reconstrução do encadeamento lógico dos conceitos utilizados por Marx, que reverbera décadas de estudo filológico realizado por Grespan, desta ...

    Ano de publicação 2021.

  • Livro indisponível

    Neste livro, o sociólogo Iuri Tonelo acompanha os desdobramentos e as rupturas do capital, a partir da crise econômica de 2008, que levaram a uma nova fase do capitalismo pós-2016. A obra não se limita, porém, ao terreno da análise econômica e busca desvendar as relações entre política, economia e luta de classes estabelecidas na última década, desde a crise que acertou o coração do sistema financeiro. Em uma análise que entrelaça aspectos econômicos e políticos, disputas geopolíticas e distintas formas de conflito entre o capital e o trabalho, bem como a dimensão cultural nas mais variadas formas de sentir e pensar, o autor desvela ao leitor ...

    Ano de publicação 2021.

  • Margem Esquerda 07 Dossiê: Dilemas da Esquerda
    R$ 33,00

    A revista Margem Esquerda começa seu quarto ano de vida discutindo os dilemas da esquerda brasileira no último ano do governo Lula e diante de um novo ciclo eleitoral. A questão é analisada sob vários ângulos e posições diferentes, desde aqueles que consideram que o PT se tornou mero gestor do neoliberalismo, como daqueles que defendem um resgate do projeto original do partido, considerando que a atual administração é um “espaço em disputa” e que o PT é ainda a melhor alternativa para acumular forças. De Gilberto Maringoni, classificando a próxima disputa eleitoral como “rumo ao quinto governo Collor”, até uma defesa da vitalidade do partido ...

    Ano de publicação 2006.

  • Livro indisponível

    Um dos mais originais pensadores marxistas do século XX, Georg Lukács (1885-1971) produziu uma obra vigorosa, sobre temas que vão de estética e literatura a política e filosofia. Nos 25 anos de sua morte, um grupo de importantes intelectuais brasileiros reúne neste livro análises fecundas sobre a produção teórica do filósofo húngaro. Os escritos contidos em Lukács, um Galileu no século XX atestam a contemporaneidade da reflexão lukacsiana e nos fazem pensar por que Lukács, homem inserido nos embates políticos de sua época, pode ser considerado um autêntico Galileu moderno. ...

    Ano de publicação 1996.

  • O ardil da flexibilidade os trabalhadores e a teoria do valor
    Livro indisponível

    Esse livro do sociólogo Sadi Dal Rosso aparece em um momento delicado da política econômica brasileira, no qual se desfecham ataques devastadores sobre o trabalho e a previdência social, e desempenha um papel crítico contra a destruição de condições de trabalho, construídas durante décadas de lutas sociais pelos trabalhadores.Ao iniciar pelos países ricos, passando pelos países de rendimentos médios e até mesmo países empobrecidos que organizam seus negócios por meio de empresas vinculadas ao processo de globalização, a flexibilidade ganha terreno nas mais diversas esferas da organização do trabalho, no emprego, na repartiçã ...

    Ano de publicação 2017.

  • R$ 13,00

    A eclosão do coronavírus é consequência de uma simbiose letal entre a crise estrutural do capital, em curso há vários anos, à qual se somam uma avassaladora crise social e uma profunda crise política de consequências inimagináveis. Quando a prática tem sido a sistemática destruição da legislação social protetora do trabalho, por imposição de um capitalismo de predação e seu estado-gendarme em sua variante mais primitiva, o resultado que se colhe é a expansão exponencial de uma enorme massa trabalhadora desempregada, subempregada, na informalidade, na intermitência, precarizada e que só encontra "emprego" nos ...