• Minhas compras
  • Entrar
  • Edson Teles
    Edson Teles autor

    Edson Teles é doutor em filosofia política pela Universidade de São Paulo (USP), professor de filosofia política na Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). Organizou, com Cecília MacDowell Santos e Janaína de Almeida Teles, o livro Desarquivando a ditadura: memória e justiça no Brasil (São Paulo, Hucitec, 2009). É colunista do Blog da Boitempo, com o qual contribui mensalmente às quartas.

triangulo
  • O que resta da ditadura a exceção brasileira
    R$ 67,00

    Bem lembrada na frase que serve de epígrafe ao livro, a importância do passado no processo histórico que determinará o porvir de uma nação é justamente o que torna fundamental esta obra. Organizada por Edson Teles e Vladimir Safatle, O que resta da ditadura reúne uma série de ensaios que esquadrinham o legado deixado pelo regime militar na estrutura jurídica, nas práticas políticas, na literatura, na violência institucionalizada e em outras esferas da vida social brasileira.Fruto de um seminário realizado na Universidade de São Paulo (USP), em 2008, o livro reúne textos de escritores e intelectuais como Maria Rita Kehl, Jaime Ginzburg, Paulo Arantes, Ricardo Lísias ...

    Ano de publicação 2010.

  • Altíssima pobreza regras monásticas e forma de vida [Homo Sacer, IV, 1]
    R$ 49,00

    Em Altíssima pobreza, Giorgio Agamben aprofunda as reflexões sobre o universo sacerdotal iniciadas em obras anteriores da série Homo sacer e se lança em uma pesquisa sobre as regras monásticas, ou seja, a obediência a um conjunto de comportamentos, princípios, hierarquias e hábitos, práticas repetidas todos os dias para marcar o tempo da comunidade. O filósofo italiano propõe uma rigorosa genealogia das formas monásticas, originárias da Idade Média, relacionando-as às liturgias, à vida comum, às instituições de poder, para construir um duplo caminho: em um profundo mergulho na histórica do pensamento religioso, o autor nos remete diretamente a ...

    Ano de publicação 2014.

  • O ódio como política A reinvenção das direitas no Brasil
    R$ 18,00

    O ódio como política, organizado por Esther Solano, chega às livrarias durante o período eleitoral, no momento em que o campo progressista assiste perplexo à reorganização e ao fortalecimento político das direitas. 'Direitas', 'novas direitas', 'onda conservadora', 'fascismo', 'reacionarismo', 'neoconservadorismo' são algumas expressões que tentam conceituar e dar sentido a um fenômeno que é indiscutível protagonista nos cenários nacional e internacional de hoje, após seguidas vitórias dessas forças dentro do processo democrático. Trump, Brexit e a popularidade de Bolsonaro integram as complexas dinâmica ...

    Ano de publicação 2018.