• Minhas compras
  • Entrar

A finança mundializada

raízes sociais e políticas, configuração, conseqüências

Catherine Sauviat, Claude Serfati, Dominique Lévy, Dominique Plihon, entre outros.

R$ 59,00 Livro indisponível

A finança mundializada
  • autor: Catherine Sauviat
    Claude Serfati
    Dominique Lévy
    Dominique Plihon
    Esther Jeffers
    Gérard Duménil
    Luc Mampaey
    Mamadou Camara
    Marianne Rubinstein
    Pierre Salama
    Suzanne de Brunhoff
  • organizador: François Chesnais
  • tradutor: Paulo Nakatani
    Rosa Maria Marques
edição:
1
selo:
Boitempo
idioma:
Portuguese
páginas:
256
formato:
23cm x 16cm x 2cm
peso:
400 gr
ano de publicação:
2005
encadernação:
Brochura
ISBN:
9788575590690

A finança mundializada é uma coletânea de textos organizada por François Chesnais que contribui para o avanço do debate sobre as finanças globais contemporâneas. Tratase de uma colaboração importante para o entendimento das alterações ocorridas ao longo das três últimas décadas na estrutura e gestão de riqueza capitalista e na operação de mercados financeiros. No livro François Chesnais e mais 11 autores de diversas áreas da economia dissecam as relações entre mercado financeiro e a hegemonia militar política no mercado de câmbio etc norteamericana. Além disso analisam os riscos presentes na combinação de uma grande dependência externa da superpotência com uma doutrina de segurança agressiva de guerras 'preventivas'. A finança mundializada aborda questões como as causas da instabilidade monetária internacional a configuração das relações econômicas e financeiras internacionais associadas à hegemonia norteamericana os fundos de pensão e fundos coletivos norteamericanos e o lugar ocupado pelas finanças nas transformações do sistema militarindustrial norteamericano. Os ensaios explicam de modo claro e abrangente a face real da globalização neoliberal uma intrincada rede de interesses construída pelos mercados financeiros internacionais sob a necessidade voraz de reprodução do capital que gera ilusões de riqueza desestrutura países e estimula guerras em nome do lucro.